Ultimas

WWE: Sete responsáveis dos bastidores dispensados


2022 começou praticamente da mesma maneira que 2021 terminou para a WWE: Com despedimentos. A única diferença é que, se no final de Dezembro foi uma wrestler a ser dispensada (mais especificamente Toni Storm), no início deste novo ano os cortes de pessoal atingiram responsáveis dos bastidores, entre os quais se contam vice-presidentes de certos departamentos da empresa, pessoal dentro da equipa criativa e treinadores do Performance Center.


O impacto que estes despedimentos têm na empresa é mais percetível quando são mencionados os nomes dos dispensados. Esses nomes incluem o WWE Hall of Famer Road Dogg, William Regal, Ace Steel, Ryan Katz, David Kapoor (aka Ranjin Singh), Scott Armstrong e Sarah Cummins. A WWE justifica tais dispensas com a evolução do NXT para NXT 2.0.

"Devido à continua evolução do NXT 2.0, decidimos dispensar alguns dos colaboradores que trabalham no Performance Center. Agradecemos-lhes pelas muitas contribuições que nos deram ao longo dos anos e desejamos-lhes as maiores felicidades".


Road Dogg foi escritor do SmackDown desde 2016 até depois da Wrestlemania 35, em 2019. William Regal trabalhava no Performance Center desde 2014 e ficou responsável por alguns dos grandes momentos do NXT enquanto GM da brand amarela. Sarah Cummins era Vice-Presidente na área de produtos para o consumidor, Ace Steel era treinador no Performance Center e Ryan Katz era produtor criativo também no Performance Center. 


David Kapoor era Vice-Presidente Sénior da equipa criativa. Scott Armstrong acaba por ser dispensado após ter regressado em Outubro, ele que também tinha sido dispensado como parte da infame quarta-feira negra de Abril de 2021.


Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.