Ultimas

Paul Heyman fala sobre a parceria com CM Punk: "Adorei trabalhar com ele. Tive a experiência de uma vida"

 

Um dos grandes períodos da História recente do wrestling foi aquele em que Paul Heyman e CM Punk trabalharam juntos, entre 2012 e 2013, e que culminou na histórica run de 434 dias de Punk como WWE Champion.

Heyman falou recentemente ao Inside The Ropes sobre como foi trabalhar com o ex-wrestler e revelou a reação que ambos tiveram quando souberam que iam trabalhar juntos, numa altura em que ambos tinham heat nos bastidores da WWE.

"Eu olho para ele [CM Punk] e ele diz: "Acreditas que nos estão a juntar?". E eu fico a pensar: "Nós dois vamos ser despedidos nas próximas semanas, não percebes?", e ele responde: "Mas vai dar merda daqui a quatro semanas! Eles não fazem p*ta de ideia!". Adorei trabalhar com ele. Simplesmente adorei. Tive a experiência de uma vida.".

Paul Heyman explicou a intenção que originou a parceria com Punk. Na altura, o Second City Savior já tinha estatuto consolidado na WWE, pelo que o objetivo não passava por destacar as habilidades dele, mas sim por fazer com que os fãs parassem de assobiar John Cena.

"Como é que tornas o CM Punk num heel em Chicago? Mais difícil ainda: Como é que o tornas heel contra o John Cena? Porque o Night of Champions é em Boston, que é a cidade natal do John Cena, onde de certeza eles iam assobiá-lo e apoiar o CM Punk. Então, o Vince sai-se com uma ideia: "Se eu não posso fazer com que eles o critiquem, posso ao menos fazê-los suspirar".

Depois desta parceria, Punk e Heyman trabalharam juntos numa feud em que Punk foi colocado contra alguns dos associados de Heyman (Curtis Axel e Brock Lesnar). Depois disso, CM Punk envolveu-se em feuds com a Wyatt Family (tendo feito parceria com Daniel Bryan durante essa feud) e contra a Authority, antes de deixar de vez a WWE no início de 2014.



Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.