Ultimas

Kane revela a sua situação atual em relação à WWE


Já lá vão 23 anos desde que Kane foi catapultado para o sucesso na então WWF. 

Depois de um período não muito bom na pele de Isaac Yankem DDS e também de Fake Diesel, Glenn Jacobs apareceu como Kane durante o famoso Hell in a Cell que opôs Undertaker a Shawn Michaels no Badd Blood de Outubro de 1997. revelando-se como o "meio-irmão" de Undertaker que tinha sofrido abuso físico e mental ao longo da vida (em parte graças ao famoso "incêndio" que catalisou a storyline entre ambos). Desde aí, ora a lutar contra Undertaker, ora a seu lado, foram sucessos atrás de sucessos para um wrestler que será com certeza um WWE Hall of Famer no futuro.

Mas desde há uns anos para cá, a vida do Big Red Monster deu uma volta de 360 graus e este acabou a ingressar numa carreira política, tornando-se mayor da cidade de Knox County, no Tennessee. A sua nova vocação acabou por fazê-lo deixar para trás a WWE numa altura em que apenas vagueava algures no midcard a elevar novos talentos. Quando questionado sobre o seu futuro no wrestling, Kane disse à FOX Sports que nunca se diz nunca, mas que a sua carreira na modalidade provavelmente chegou ao fim.

"Na WWE, tu nunca dizes nunca. Mas cheguei a uma altura na minha vida em que me sinto bastante confortável em não estar num ringue. É um trabalho duro. Também cheguei a idade em que muitas vezes penso "Porra, aquilo parece que magoa!", quando costumava pensar "Bolas, quem me dera estar ali a lutar". Agora estou numa fase do tipo "aqueles gajos são muito mais fortes do que eu". No entanto, se a oportunidade chegar... veremos".

A última vez que Kane apareceu na WWE foi em Janeiro deste ano, quando a WWE preparava o Royal Rumble. Kane fez uma curta promo sobre a sua experiência no Royal Rumble Match, para depois ser interrompido por "The Fiend" Bray Wyatt, que foi atacado por Daniel Bryan com a ajuda do Devil's Favorite Demon.

Podem recordar esse momento aqui:


Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.