Ultimas

Bruce Prichard fala sobre a saída de Shane McMahon em 2009

Bruce Prichard o director executivo do RAW e SmackDown, falou sobre a vida e a carreira de ShaneMcmahon, no episódio recente do seu podcast Something to Wrestle With Bruce Prichard.

Enquanto narrava os primeiros anos de Shane McMahon como lutador, Prichard lembrou, que em 1999 Shane McMahon recusou receber o prémio do Pro Wrestling Ilustrated (PWI) novato do ano.

Segundo Prichard, Shane recusou a honra, porque diz que este tipo de prémios eram para os "rapazes".

"Sim, ele foi sincero. Quando o Shane treinou para estar no ringue .... Kurt Angle também treinou como um louco, mas o treino do Shane para estar no ringue foi intenso, intensidade em pessoa.

Shane deu tudo, todos os dias e todos as noites, se o Shane tivesse tempo extra, ele chamaria o meu irmão Tom e diria, 'hey, podemos entrar no ringue?' Shane trabalhou bastante. Ele esfarrapou-se todo com quem ou toda as pessoas que ele teve no ringue e todos os que trabalharam com ele."

Enquanto refletia sobre a Invasion que ocorreu em 2001, quando Shane McMahon foi revelado como o dono da WCW , Prichard admitiu que a história foi desapontante, porque a história ficou aquém das expectativas.

"Sim, eu acho que todos nós estávamos frustrados, à semelhança do público. o público ficou assim: 'Ok, nós temos a WCW, nós temos o Goldberg. Nash, Hall, Hogan.' Todos estes não fizeram parte do plano, foi desapontante o talento que nós pensávamos que tínhamos. No seu todo foi uma desilusão para todos."

Depois de narrar o trajeto de Shane de árbitro para comentador e de uma figura autoritária para lutador, Pritchard falou também da saída de Shane no Outono de 2009.

"Bem, eu acho que o Shane, queria fazer outras coisas fora dos bastidores e dedicar mais tempo a isso. A personagem precisava de descanso.

Foi um culminar de muitas coisas, mas o mais importante é que tinha outros deveres que ele realmente se queria focar."


Sem comentários:

Com tecnologia do Blogger.